Orquestra Filarmônica Mário de Andrade

Minha intenção hoje é apenas repassar um trabalho maravilhoso que classifico como “Resgate Social”. Um projeto da Associação Amigos da Música com apoio da Cooperativa Cultural Brasileira que junto à sociedade apresenta um trabalho que visa o jovem iniciado na música erudita, mas que se vê sem perspectivas de trabalhar com a música. Existem algumas iniciativas, onde trabalham-se crianças até chegarem à adolescência. Depois sem a menor infra-estrutura, são largados justamente na hora em que começam a se preocupar com o seu primeiro emprego. Desistir da música acaba sendo um caminho óbvio.


Não foi caso isolado durante o processo de seleção para os músicos da orquestra casos como a de Carine Ribeiro Santos. Iniciou seus estudos aos 9 anos e através do Projeto Guri, teve aulas até os 13 anos e desde então, a estudante que hoje tem 15 anos estuda de maneira improvisada com amigos que fez nesses projetos e conta de caso de amigos que tiveram que desistir por pura falta de perspectiva ou mesmo de professores que tiveram que deixar de ministrar aulas por problemas de gestão política onde um governo passa de um partido para outro, que assim boicota determinados serviços. O professor, acaba também sendo uma vítima nesse processo. 


Casos, ou descasos aparte, essa é uma iniciativa que visa dar continuidade aos jovens e talentosos instrumentistas que surgem por todos os lados. O público alvo inicial é trabalhar com músicos entre 16 e 24 anos. Dessa forma, essas promessas musicais podem continuar estudando e sonhando com uma oportunidade de ingressar futuramente uma respeitada orquestra e dignamente trabalharem com o que gosta. Ou seja, um caminho bonito para trilhar que é viabilizado pela Associação Amigos da Música e a Cooperativa Cultural Brasileira e que contará com a participação de regente convidados, entre eles, Júlio Medaglia.

Só posso desejar toda a sorte do mundo e vida longa para esse projeto, por acreditar que ações como essa são extremamente eficazes para a cultura de nosso combalido país.


É apenas o que eu acho…
Demetrius Carvalho Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *