Bruno Morais

Corações partidos,
sigam-me.
Corações partidos,
sigam-me.
Não vamos chorar,
não vamos olhar pra trás
e nem vamos fugir. 
Corações partidos,
sigam-me.

Havia trabalhado com ele, mas quem vive de música sabe que por vezes não existe tempo suficiente para ouvir nem os amigos e quando finalmente o ouvi, essa foi a primeira música que chamou minha atenção. A letra tinha um misto de dor e contemplação pela vida que convidava-me a ouvir mais. Estava então naquela fase “repeat” do disco quando uma amiga chama-me no msn e pede-me para mandar a música “Hino dos Corações Partidos F.C.” 

– Conhece? Perguntei…
– Não, mas adorei o nome da música– responde Luciana Akiko.

Isso causado apenas pelo título da música do paranaense de Londrina radicado em São Paulo que classifica sua música como afro-brasileira (ou qualquer coisa de origem negra, passando pelo pop, jazz americano), mas mais do que qualquer coisa, é uma música cinestésica. Ele explica que suas músicas possuem partes instrumentais para ser dito sem palavras. Liberdade para o ouvinte ouvir seus próprios sentimentos, mas no final, a forma que canta remete a sofisticação da bossa ou de um canto contido de Chat Baker ou João Gilberto. 


Alguns meses antes, em uma conversa informal, ele já havia dito que a música arrebatou-lhe quando ainda criança. Ouvia Galope Rasante de Amelinha e simplesmente sentia vontade de correr. Essa sensação era tão arrebatadora que diz que se realizaria profissionalmente se soubesse que sua música causasse algo parecido em uma única pessoa que fosse.

Surge então entre uma conhecida nossa a seguinte imagem:


Uma tatuagem com a citação de uma música sua grafando o braço da fotógrafa Helena Marc.

Suas realizações profissionais adentram o legado da atual música com a chegada de sua obra na revivida forma de vinil. Esse show acontece quarta-feira no Beco 203 após ter suas audições de músicas alavancadas em seu soundcloud após menção no site da Waxpoetics que é a atual referência dos dj’s, músicos e produtores mundo afora.

Como sempre, a audição ao vivo é sempre melhor e caso queira degustar o mundo sonoro e imaginário de Bruno Morais, clique para maiores informações.

Partido ou não, que seu coração possa seguir o time do rapaz…


Demetrius Carvalho Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *