Não voto no PT

Se o PT chegou onde chegou por suas alianças com qualquer partido sem maiores pudores alegando “governabilidade”, sua derrocada também parece ter nascido daí. Aliás, nas eleições municipais passadas com a fatídica foto de Lula, Maluf e Haddad, começava a morrer minha crença pelo PT. Naquela ocasião, tinha uma sensação parecida com a de hoje. Parecia só haver candidatos ruins e apenas sabia que não queria o Russomano que pode trazer mais poderes ao Edir Macêdo que teria tv, igreja e estado em suas mãos (ainda que em escala municipal). O que fiz? Votei no Haddad no primeiro turno somente por acreditar que as coisas podem piorar com Celso Russomano com apoio do bispo Edir Macêdo. Uma vez que ele não foi sequer ao segundo turno, abri mão do voto no segundo turno onde Haddad venceu Serra.

Fiquei de olho aberto para ver o que o tal prefeito faria. Para ser sincero, ele não emplacava para mim de forma alguma, sem contar que era muito do marqueteiro ao meu ver, afinal, o ibope que ele tinha quando aparecia tocando guitarra ou andando de bicicleta era absurda e eu me perguntava, mas e daí? Onde isso ajuda efetivamente na administração municipal?

Fui, sou e serei muito crítico em relação à algumas coisas como a redução de velocidade nas marginais e tive uma amiga “desfazendo amizade virtual” em virtude do texto escrito. Segue o link para ver minha crítica, mas quer saber? Dou o braço a torcer nesse sentido. Embora ache que possa sim existir uma indústria de multa, não sinto efetivamente perda de tempo no trânsito por isso. Aliás, dizem que estatisticamente ganhamos tempo, mas se houve menos mortes, já é o suficiente para repensar. Quanto à questão da indústria de multa, é só não andar fora da lei. O óbvio que parece coisa de outro mundo.

Ciclovias? Também tenho minhas críticas, mas ao menos ele fez algo que afeta positivamente na qualidade de vida e mobilidade urbana. Sinto inclusive lampejos de andar de bicicleta pela cidade.

A questão é que por essas e outras, me via com voto decidido por Erundina e sua postura menos PT que parece o PMDB se aliando a qualquer coisa para a manutenção do poder. Aliás, a coligação do PT é com quem mesmo nessas eleições? Parece que a história absurdamente recente não lhes ensinaram nada.

Daí penso sobre as maiores críticas que se fazem ao Haddad e tentando ser coerente com o que professo, devo dizer que só posso ver o velho pensamento futebolístico e defesa de times não importando o que for. Não importando se você está certo ou errado. Importa apenas a sua bandeira para bater no peito na mesa de bar que estava certo. Como nos tornamos tão presunçosos e arrogantes?

Para finalizar sem adentrar em muitos termos técnicos ou estatísticas para provar isso ou aquilo outro, lembro ainda que Haddad recuperou dinheiro proveniente de corrupção e curiosamente, daquele mesmo senhor que se juntou a ele na foto com Lula. Posso estar completamente enganado, mas não tenho conhecimento na história da política brasileira de algum político que tenha recuperado dinheiro de corrupção e então, confrontando a administração de Haddad com a grandiosa maioria dos prefeitos passados e somados a isso o fato de não querer nem Russomano como Dória que é simplesmente um aventureiro abanado no mundo da política sem a menor tradição na cultura, e decidi que voto em Haddad, assim como para vereador, voto em Eduardo Suplicy mesmo achando que sua versão garotão na internet mereça lá suas críticas também. Mas quem não merece críticas? Eu certamente tenho meus erros. Você não os tem?

A questão para mim nesse momento não se trata de partido e sim de olhar do que se tem e se somos coerentes com o que realmente queremos para a cidade.

Volto a dizer, não voto no PT (e não tenho votado nas eleições passadas), mas dessa vez voto em Haddad e Suplicy exceto cheguem Haddad e Erundina no segundo turno onde votaria nela…

Se lhes calhou de serem do PT, aí já é outra história, pois no PT pelo PT não voto…

Demetrius Carvalho Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *