Quando se fala, mas não se faz


Para quem já viu o desenho do Sr. volante x Sr. Andante da Disney com o Pateta como personagem principal, penso que eu tenha encontrado ele trabalhando.

Ontem deixei minha casa para dar aula de ônibus e logo ao adentrar o veículo, o motorista conversando com o cobrador (ou seja, praticamente o ônibus inteiro) vinha dando suas lições de moral com total aprovação do cobrador baseado em sua fé. Dizia e mostrava o quanto o povo da igreja dele era correta, que isso, que aquilo, que não se metem em uma confusão:

 

– Pode procurar na minha vida!!! Dizia ele quando de repente ele quase colide com um motociclista que lhe ultrapassava pela esquerda como deveria. De certo que o ônibus estava errado pois apenas no quarteirão anterior deveria mudar para a faixa em que se encontrava. Daí o rapaz da moto que visivelmente trabalhava, toma não só a faixa que divide as pistas como tende a vir pela do ônibus e ainda por cima mais devagar do que normalmente andam fazendo com que o ônibus estivesse colado sobre ele. Um perigo? Sim, mas também um sinal de provocação do motociclista aceito pelo motorista. Assim seguiu-se da rua Clélia até a Francisco Matarazzo. Obviamente que a situação ficava cada vez mais tensa. Freadas cada vez mais forte atrás da moto, olhares, xingamentos e gestos. Um verdadeiro pandemônio, até que uma hora a moto se desvencilhou (ou finalmente quis) e se foi embora.

O Motorista de ônibus volta tranquilamente a pregar a sua doutrina. 

Ele provavelmente deve ser contra a corrupção e talvez até o seja na verdade, mas eu não tenho dúvidas do que andar de ônibus em São Paulo é entender um pouco a complexidade do povo. É um verdadeiro estudo antropológico.

Para quem nunca viu o desenho, segue ele:

 
 
P.S.: A política no Brasil não se faz de forma muito diferente disso não…
Demetrius Carvalho Written by:

2 Comments

  1. outubro 4, 2016
    Reply

    Cara, fazia muito tempo que eu não assistia esse desenho, que por sinal, é bem mais velho do que eu, porém é super atual e parece muito com a realidade daqui de Fortaleza.

  2. outubro 4, 2016
    Reply

    Esse desenho é sensacional e não deixa de ser uma crítica minha velada ao novo prefeito eleito que já prometeu aumento das velocidades máximas mesmo com queda no número de acidentes e mortes na capital paulista. É triste…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *