É sobre corrupção mesmo?

16May2017
Charge: Nivaldo Wesley

Ciro Gomes, potencial candidato à presidência de 2018 que não me convence mas é bastante inteligente, deu uma entrevista falando sobre Lula x Moro e acha que o simples fato de um juiz ter um lado, já está errado.

O juiz é a pessoa que fica de fora em um combate entre dois lados, não pode ter/estar em um lado. Não deveria sequer ter partido, mas boa parte do mundo está sofrendo esse fenômeno da polarização de ideias e o Brasil parece ter isso ainda mais arraigado em suas entranhas. Parece time de futebol e não é necessário estar certo ou ter coerência. O importante é que o seu lado ganhe.

Ambos “os lados” ressaltando a vitória de seu lado e eu só me pergunto: Temos uma questão sobre corrupção de fato ou de um lado escolhido?

Vejo exagero de ambos os lados. Infelizmente. E um ponto que de fato me entristece sobre tais acontecimentos, é a arrogância com que se defende seus argumentos (ou simplesmente seus lados). Por vezes não há sequer argumentos que se possam ser colocados, mas ataque ao outro lado, comparações incomparáveis e um escárnio que só dilacera a ferida em que estamos.

Tal arrogância é aquela que não da o braço a torcer quando o seu lado parece ter perdido e fica-se na tocaia esperando (e torcendo) para que o Brasil vá mal para ele poder sair de sua tocaia e rir por último.

É sobre corrupção mesmo?

 

 

 

P.S.: Fui convidado pelo grande ilustrador Nivaldo Wesley para essa parceria que deverá ocorrer uma vez por semana. Procurem o seu trabalho de cartunista.

Demétrius Carvalho Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *