Corrida da independência

cronometa_cleverson-1536673520638

 

9 de setembro. São Vicente. Antes da hora marcada, a ansiedade de Cleverson o despertou. O revertério no estômago e o psicológico pesando como se fosse sua primeira corrida de rua, mas voltemos ao ano de 2010.

Cleverson ouve o toque de largada e corre o quanto pode. A prova em questão era 10k Tribuna de Santos. Se o percurso ajudava para um bom tempo, Cleverson crava seu melhor registro oficial com 35’20”.

– Tenho 34 minutos em várias outras provas só que não eram provas com medições oficiais e naquela época não tinha a tecnologia que tem hoje de aplicativos, relógios com GPS.

Algum tempo depois, ele se muda para São Paulo para estudar e trabalhar. Logo logo entrou em uma rotina de sair de casa 6h30 da manhã voltando somente meia-noite. O tempo para treinar ficou escasso e nessa nova jornada passaram-se 3 anos e 40kg a mais até que finalmente voltasse para a baixada. O desânimo para a corrida era grande.

Se começar a correr parece difícil para quem nunca correu, o recomeçar é extremamente mais difícil. Ainda mais quando você compara sua atual performance com a de outrora.

Nessa circunstância, voltamos para 2018. Quase 8h da manhã e a ansiedade, ainda que para 7k era completamente justificada e ela se dissipou quando foi dada a largada. Concentração para cada passo e a primeira parte da prova foi tranquila.

Embora tivesse realizado alguns treinos visando essa corrida, a distância já não lhe era confortável e em sua segunda metade de prova, as cãibras atacaram.

– Senti que as pernas queriam parar mas fui determinado. Consegui completar toda a corrida sem caminhar com tempo de 57 minutos e uns quebrados. Foi ruim mas foi bom.

 

 

Demétrius Carvalho Written by:

One Comment

  1. Cleverson Prudencio de Lima
    setembro 13, 2018
    Reply

    Obrigado pelo apoio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *